JANUÁRIA FOI SEDE DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PELO RECONHECIMENTO DO PERUAÇU COMO PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE – Prefeitura de Januária-MG
TURISMO 

JANUÁRIA FOI SEDE DE AUDIÊNCIA PÚBLICA PELO RECONHECIMENTO DO PERUAÇU COMO PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE

 

Cerca de mil pessoas no auditório da superintendência de Ensino, região central da cidade, transformou o dia 08 de junho de 2017 na data símbolo da caminhada de Januária e região pelo reconhecimento, por meio da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura – Unesco -, do milenar Parque Nacional Cavernas do Peruaçu como Patrimônio da Humanidade.

Neste dia histórico uma “Audiência Pública” da Assembleia Legislativa de Minas Gerais em conjunto com as cidades de Itacarambi e São João das Missões, partes integrantes da área de abrangência da unidade de conservação ambiental e arqueológica.

Anfitriões do evento o prefeito, Dr Marcelo, presidente da Câmara, Itamar Viana, e o secretário municipal de Turismo, Cultura e Meio Ambiente, Sidney Olímpio, receberam os deputados, Paulo Guedes, Gil Pereira, Carlos Pimenta, prefeitos, Dr. Nívia, Itacarambi, Zé Nunes, São João das Missões, Zé Reis, Bonito de Minas e Presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene – Amams -, entre diversas outras autoridades de representações ambientais, compondo a mesa de trabalho e bem como enriquecendo a plateia.

Segundo o ambientalista Leonardo Giunco, o complexo do Peruaçu se encaixa em quatro critérios estabelecidos pela Unesco para candidatura, sendo pela própria exuberância natural; pelos sítios arqueológicos registrando marcas de mudanças sofridas pelo planeta;  nas evidências pré-históricas da humanidade, por meio de pinturas rupestres nas cavernas e, bem como, no habitat de espécies da fauna ameaçadas de extinção. Ressaltando que o Parque está nos corredores da Unesco buscando o selo de reconhecimento há quase 20 anos, sem jamais ter sido oficialmente apresentado como candidato, uma prerrogativa  do governo federal. Agora, esta força-tarefa irá, por todos os meios possíveis, cobrar o encaminhamento desta candidatura, assegura o prefeito, Dr. Marcelo.

O Sítio Arqueológico do Peruaçu, um dos maiores, mais completo e exuberante patrimônio da humanidade, com 6,8 mil hectares, localizado em Januária na comunidade de Fabião está sendo preparado, com todos os cuidados e planos de manejo, para visitação pública. Uma iniciativa compartilhada com o objetivo de inserir a potencialidade socioeconômica do turismo ecológico na cidade e região.

O Parque, segundo levantamento, terá capacidade para até 320 visitantes por dia. Entre as várias atrações, as grutas do Janelão, Caboclo, Carlúcio, Rezar, Bonita, Índio, Boquete e Desenho se destacam, oferecendo aos visitantes momentos únicos de contemplação do que há de mais belo proporcionado pela ação da natureza em toda a sua magia e mistérios.

Um patrimônio geológico e arqueológico, formado pela diversidade das características naturais do cerrado, floresta estacional e mata atlântica, compondo a fauna, flora, recursos hídricos e demais atributos bióticos e abióticos da exuberante paisagem. Entre as espécies animais se destacam o Lobo Guará, Cachorro Vinagre, Tatu-Bola, Tamanduá Bandeira, Onça Parda e Pintada. Nesta obra prima da natureza, há indícios de presença humana, entre 11 a 12 mil anos atrás, por meio de esqueletos, cerâmicas, pinturas que indicam o cotidiano dos “paleoíndios.”

Related posts

Todos os Direitos Reservados à Prefeitura de Januária-MG.
Desenvolvido e Hospedado por: